• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Segunda carreata Fora Bolsonaro aconteceu neste sábado em Campo Grande

Manifestantes pedem o impeachment do Presidente e reivindicam vacina para todos e todas. A Guarda Municipal da cidade tentou impedir a realização da carreata, mas não conseguiu.

Publicado: 23 Janeiro, 2021 - 22h16 | Última modificação: 23 Janeiro, 2021 - 22h44

Escrito por: Sérgio Souza Júnior

Sérgio Souza Júnior
notice
Segunda carreata pede impeachment de Bolsonaro

A Carreata aconteceu no final da manhã neste sábado (23) tendo como ponto de partida os Altos da Afonso Pena, região central de Campo Grande, em frente à Cidade do Natal (Parque das Nações Indígenas). 

A Guarda Municipal tentou parar a carreata, apresentando uma liminar do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), datada de março de 2020 que visava impedir passeatas e carreatas ante o avanço da COVID-19 naquele período.

O impasse durou aproximadamente 30 min, porém a pressão dos manifestantes, da organização e dos vereadores Camila Jara (PT) e Marcos Tabosa (PDT) contribuiu para que organização chegasse a um acordo com a GM e assim foi liberada a passagem da manifestação. 

A carreata percorreu a principal avenida da cidade (Av. Afonso Pena) em um trajeto de aproximadamente 3,5km e colheu manifestações de apoio pelo caminho. 

Giovani ColettiGiovani Coletti
Segunda Carreata Fora Bolsonaro.

 

Conforme Vilson Gregório, Presidente da CUT-MS “Este é o segundo movimento e teremos novos, porque a população está insatisfeita com esse governo genocida” disse. Ele agradeceu a presença de todas as pessoas que atenderam ao chamado feitos nas redes sociais.

“A carreata mostra a nossa indignação, a nossa insatisfação com este governo irresponsável, um governo que não tem projeto para o país, para a saúde para a vida, a não ser para pregar a desigualdade, não há outra saída a não ser o impeachment dele, Fora Bolsonaro”, reforçou o dirigente no final do ato. 

Segundo André Lage, que compõe a Coordenação da Frente Fora Bolsonaro de Campo Grande, “hoje foi um dia vitorioso para quem participa da Frente Fora Bolsonaro, um dia importante para todos os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil, Campo Grande não se calou, apesar da tentativa nefasta da Guarda Municipal, a mando do Prefeito Marquinhos Trad, que tentou nos calar com um decreto datado de 2020, quase um ano atrás. Nosso movimento está de parabéns, mobilização permanente já, Fora Bolsonaro já, Impeachment já, vacinação já para todos, pela democracia, pela vida e pela dignidade humana”. 

“Excelente ato, parabenizo a todos e todas presentes, todos os movimentos sociais, a coordenação, a quem contribuiu, agradecemos ao presidente da CUT-MS que faz parte desta coordenação que ajudou a juntar tanta gente, a burocracia tentou impedir, mas não conseguiram, a vontade do povo tem que prevalecer, Fora Bolsonaro Já” Disse Dilma Gomes, Secretária Geral da CUT-MS que participou e apoio a manifestação.   

Sérgio Souza JúniorSérgio Souza Júnior
Da esq para dir. Vereadores Camila Jara (PT) Marcos Tabosa (PDT)
e Vilson Gregório Presidente da CUT-MS

O movimento nasceu através das redes sociais, organizadores criaram a Frente Fora Bolsonaro, que tem sido responsável por estas manifestações. 

A CUT-MS e diversas lideranças sindicais participam ativamente desta coordenação da Frente Fora Bolsonaro e também oferecem suporte para esta iniciativa. Desde o início da pandemia no país, a CUT-MS vem realizando ações pelo Fora Bolsonaro no estado, em defesa da vida e dos empregos. 

Em Mato Grosso do Sul, a central vem desde o ano de 2020 pautando a necessidade urgente de impedimento do atual presidente, em defesa da vida e dos empregos das pessoas, agravadas pela pandemia, pela falta de comando e de vontade política para proteger o povo brasileiro.

Acompanhe a live da carreata disponível na página da CUT-MS no Facebook clicando no link abaixo.

https://www.facebook.com/central.unicadostrabalhadoresms/videos/416730196266070

Sérgio Souza JúniorSérgio Souza Júnior
Vilson Gregório Presidente da CUT-MS
Sérgio Souza JúniorSérgio Souza Júnior
André Lage Coordenação Frente Fora Bolsonaro