• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota Pública da CUT-MS

Com base em seu estatuto, CUT-MS delibera pelo afastamento de um de seus diretores.

Publicado: 05 Janeiro, 2021 - 21h09 | Última modificação: 06 Janeiro, 2021 - 12h23

Escrito por: CUT-MS

Divulgação
notice
divulgação

A Central Única dos Trabalhadores do Mato Grosso do Sul (CUT-MS), por decisão de sua direção executiva, acata o pedido de Florêncio Garcia Escobar e comunica o afastamento do mesmo da Secretaria de Administração e Finanças da CUT MS.

 

O diretor citado encontra - se envolvido em denúncia registrada em Boletim de Ocorrência da Delegacia da Mulher de Aquidauana. Em face as leis brasileiras, a investigação da denúncia ocorre em sigilo de justiça. 

 

A CUT enfatiza que este tipo de situação não corresponde aos valores históricos defendidos pela central, de uma sociedade livre de violência contra as mulheres e pelo direito à infância e adolescência plena e segura. 

 

Esta ação segue em consonância com os compromissos estabelecidos no estatuto da central e conforme convenção 190 da OIT (Organização Internacional do Trabalho).

 

 

Campo Grande – MS, 5 de Janeiro de 2021.

 

Central Única dos Trabalhadores do Mato Grosso do Sul