• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

No MS a blogueira Maria Frô debateu a comunicação com lideranças sindicais

A Comunicação, as Mídias Sociais, Fake news e disputa de hegemonia foram os temas centrais do Encontro de Comunicação da CUT-MS, evento da 4ª Conferência Nacional de Formação

Publicado: 15 Abril, 2019 - 19h44 | Última modificação: 15 Abril, 2019 - 20h00

Escrito por: Sérgio Souza Júnior

Sérgio Souza Júnior
notice
Palestra com Maria Frô

Na tarde desta segunda-feira (15), lideranças sindicais e jornalistas estiveram reunidos na sede da FETEMS em Campo Grande, no Encontro de Comunicação da CUT-MS, evento regional que faz parte da IV Conferência Nacional de Formação da CUT.

A convidada do encontro foi Conceição Oliveira, a blogueira Maria Frô, que debateu com o plenário o tema “A Comunicação, as Mídias Sociais, Fake News e a disputa de hegemonia no movimento sindical e na CUT”.

Maria Frô desenvolveu temas como o debate referente à Guerra Semiótica, Guerra Híbrida, no contexto da revolução industrial baseada no avanço das novas tecnologias de informação.  

A palestrante utilizou da apresentação de diversos casos, tais como a eleição brasileira de 2018, as eleições de Obama e Trump, o comportamento da grande mídia brasileira, o junho de 2013, o “Ele Não”, o impacto das fake news, como o Kit Gay, os ataques ao Paulo Freire, entre outros.

Conforme Conceição Oliveira, “nós precisamos repensar como vai ser a mobilização da classe trabalhadora que está em transformação. Menos de 15% dos trabalhadores são sindicalizados. 40 milhões de trabalhadores não são formalizados, disse a palestrante”.

Conforme Sueli Veiga, Secretária Adjunta de Formação da CUT nacional, “a nossa central como política prioritária a formação, comunicação, organização financeira, sendo que a comunicação é importante, necessária e urgente”.

Segurança

No contexto da exposição das informações que as pessoas estão oferecendo Às empresas pelo uso dos celulares, dos aplicativos, demonstra o quanto não nos preocupamos com nossa segurança.

“Nossos dados são mercadoria, o que as pessoas falam, o que a pessoas sentem, o que elas curtem, o que ela busca na internet vira mercadoria. Todo aplicativo que você abaixa pede que você libere acesso a câmera, acessos aos seus dados e se você permitiu para poder usar o aplicativo, bom aí virou uma festa”, para as empresas de big data, frisou Maria Frô.

Tem fumaça no ar

A palestrante também reforçou a estratégia de desvio de atenção do atual presidente do país, que usa do desvio de foco para camuflar as ações incômodas do governo, “nós precisamos fazer a nossa agenda, nosso adversário fica fabricando fake news, para desviar o foco. Ele ocupa todo mundo com a fala desse coiso e suas pataquadas, mais isso é pensado, é pra chamar a atenção, pra vocês falar sobre isso e não falar da reforma da previdência” citou como exemplo, Maria Frô.

Maria Frô enfatizou sobre o tema, “não podemos mais ignorar este mundo. Você faz um encontro, uma mobilização, e depois você chega lá e vê o seu movimento atacado, vide o movimento Ele Não, que foi muito bonito, demorou um tempo para ser construído e em dois dias, olha o que eles fizeram, um ataque massacrante de fake news”.

Genilson Duarte, Presidente da CUT-MS, avaliou que o evento “foi muito importante ao desenvolver este debate sobre a estratégia de comunicação, e a gente está fazendo um tipo de comunicação e que a palestrante abriu um campo de comunicação para nós atuarmos, de atingir efetivamente o público que queremos dialogar nesta atuação em rede, espero que nossos dirigentes se apropriaram deste discurso, inclusive uma orientação dela, juntar dois três sindicatos e fazer uma comunicação de conjunto”, disse Genilson. fazerem uma comunicação em conjunto para debater as ideias.

 O evento de hoje é um dos primeiros eventos sobre comunicação e disputa de hegemonia na sociedade que a Central realiza.

Para Sueli Veiga, “o debate foi muito bom agora a tarde, sobre a comunicação na sociedade, os impactos deste governo nesta área e qual o papel da comunicação para a CUT e seus sindicatos, no sentido de enfrentar todo este turbilhão de coisas novas para nós, que estão vindo pelos meios de comunicação e que a geração mais nova já domina, e que a nossa geração tem muita dificuldade para dominar” ressaltou a dirigente.

Sueli afirmou que “ficou bem evidente pra gente é que a disputa da sociedade e do mundo que queremos, passa pela formação e comunicação, acredito que estes dois debates possam caminhar juntos. Espero que a gente de continuidade, pra gente manter debates desta natureza e de estar organizando oficinas, tuitaços, diversas ações em rede que pretendemos fazer”.

Este é um dos tema que será debatido em Dourados, já como parte de uma destas necessidades que estamos sentindo, sobre comunicação com a nossa base, com a sociedade, comunicação em todos os aspectos” destacou Sueli.

Na próxima terça-feira (16) em Dourados, o tema da comunicação também será debatido pelo Encontro Regional de Formação da CUT, evento que faz parte da 4ª Conferência Nacional de Formação. no período da manhã, com a palestra da blogueira Conceição Oliveira, (Maria Frô). No período da tarde será realizado o debate sobre a reforma da previdência, com as advogadas Priscila Arraes e Carolina Centeno.

 

carregando
carregando