• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

FETEMS é contra reduzir salários de servidores por causa do coronavirus

Presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia quer estender a redução de jornada de trabalho e salários para Servidores(as) Públicos(as)

Publicado: 19 Março, 2020 - 18h28

Escrito por: Jaime Teixeira, Presidente FETEMS

Assessoria Fetems
notice
Jaime Teixeira, Presidente FETEMS.
O Presidente da Câmara Federal, Deputado Rodrigo Maia (DEM) está tentando articular com as bancadas uma emenda a Medida Provisória, encaminhada pelo presidente Jair Bolsonaro à Câmara Federal para seja estendida a MP aos(as) Servidores(as) Públicos(as) na redução de jornada de trabalho e na redução de salários, mesmo em tempo de crise que está acontecendo agora em nosso país, como a Pandemia do CoronaVírus.

A FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) e a CUT (Central Única dos Trabalhadores) se posicionam contram e cobram da bancada federal que representa os(as) trabalhadores(as0 que não aprovem a redução de salários dos(as) trabalhadores(as) regidos(as) pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e nem dos(as) Servidores(as) Públicos(as) nesse momento de crise que passa o país.

É obrigação do Governo Brasileiro, em momentos de crise, não piorar as condições dos(as) trabalhadores(as) mais pobres, diante da crise de saúde e econômica que a sociedade está exposta nos próximos meses.

Esse é um momento de Políticas Públicas para garantir o mínimo de sobrevivência dos(as) menos favorecidos(as) que sobrevivem do seu salário e que já contribuíram grande parte de suas vidas para a construção do nosso país.

O Movimento Sindical repudia qualquer Medida Provisória que reduz os salários e direitos de qualquer trabalhador(a) brasileiro(a).

Professor Jaime Teixeira - Presidente