• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Dia D tem ato pelo Fora Bolsonaro e em apoio aos servidores da Saúde em Campo Grande

O Dia de Defesa da Democracia e dos Direitos, foi realizado em frente ao Hospital Regional de Campo Grande, seguindo as orientações da CUT nacional.

Publicado: 25 Junho, 2020 - 17h08 | Última modificação: 25 Junho, 2020 - 17h24

Escrito por: Sérgio Souza Júnior

Sérgio Souza Júnior
notice
Ato em frente do HR-MS

Na manhã desta quinta-feira (25), sindicalistas e dirigentes da CUT-MS, realizaram um ato pelo Fora Bolsonaro, em apoio aos profissionais de saúde, em frente do Hospital Regional de Campo Grande, unidade de referência no tratamento do combate ao COVID-19 de Mato Grosso do Sul.

O evento foi realizado em formato de Flash Mob (rápida reunião de pessoas que deixam uma mensagem e logo se dispersam). O ato não foi divulgado publicamente, por decisão da Direção Estadual da CUT-MS, para contribuir com o distanciamento social.

Sobre o ato, Vilson Gregório, Presidente da CUT-MS, afirmou “eu quero agradecer aqui a cada sindicato que esteve presente hoje no ato, que foi muito importante para divulgar a nossa preocupação, a nossa indignação contra esse governo federal que não está nem aí para a vida, não está nem aí para o emprego e não está nem aí para democracia”.

“Bolsonaro só se importa com a produtividade do agronegócio, com lucros em cima de lucros e a vida em terceiro lugar, esse é o governo que está aí, um desgoverno” reforçou Vilson Gregório.

O Presidente da CUT-MS informou que os sindicalistas, para realizarem este ato, utilizaram do distanciamento social e de álcool gel e máscaras.

Ricardo Bueno, Presidente do SintssMS (filiado à CUT) e representante dos servidores do HR-MS reforçou, “agradecemos ao movimento, os sindicalistas que manifestaram seu apoio aos trabalhadores de saúde e  fizeram um ato em defesa da Democracia dos direitos, principalmente neste momento que a gente tá vivendo, uma grave crise sanitária, enquanto isso, os governos, além de retirar direitos dos trabalhadores, não estão dando o devido apoio”, disse.

O dirigente do SintssMS ressaltou “hoje, a gente vive um momento de desestruturação da saúde e principalmente de falta de material e equipamentos, no momento que a gente vive um problema mundial de falta de medicamentos anestésicos pode agravar ainda mais a situação, é importante para o trabalhador da saúde ver que tem outras categorias se solidarizando com sua situação”.

Neste dia nacional de luta em favor da vida, dos empregos e da democracia, o Dia D convocado e orientado pela CUT Nacional, sindicalistas da CUT-MS reforçaram com a realização deste evento, o seu apoio aos trabalhadores da linha de frente de combate à COVID-19, muitos que já sofrem com a falta de EPI´s (Equipamento de Proteção Individual) e às demais categorias que continuam trabalhando em plena pandemia, muitos deles, tal qual os comerciários e os trabalhadores da alimentação em frigoríficos, vivendo extremas dificuldades com a COVID-19 perdendo inclusive amigos e familiares com a doença, é um cenário de muita indignação.

A CUT-MS fez uma transmissão on-line deste ato, que você pode conferir neste link:

https://www.facebook.com/central.unicadostrabalhadoresms/videos/621235562073481/

A direção da CUT-MS agradece à Comissão Organizadora do ato e a todos e todas sindicalistas que estiveram presentes ou que enviaram seus vídeos para a divulgação sobre esta data.

Divulgamos abaixo as faixas usadas no ato e mais abaixo, as peças que estão sendo veiculadas nas redes sociais da CUT-MS e também, em painéis de Led no centro de Campo Grande.

CUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MS

CUT-MSCUT-MS

 

CUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MSCUT-MS